Moradores denunciaram o péssimo estado das vias públicas do município, mas a prefeitura informou que a obra de pavimentação é do governo do estado
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Procurado pelo Fato Amazônico, segunda-feira, 10, a fim de responder a várias denúncias de moradores de São Sebastião do Uatumã, relativas à paralisação dos trabalhos de urbanização da sede do município, o prefeito Fernando Falabella declarou que a obra de pavimentação é do governo do estado e que não tem qualquer poder gerencial sobre elas.

Fallabela ressaltou que as obras foram licitadas e, parte dela, executada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) que, segundo ele, em janeiro deste ano interrompeu a sua continuidade.

Ainda com relação a interrupção das obras, Fernando Fallabela disse que não ficou de braços cruzados, olhando para as nuvens, e que procurou a Seinfra para tratar do assunto tão logo se deu a suspensão a pavimentação. 

“Brevemente, os trabalhos serão retomados. Estive com o secretário Carlos Henrique e ele me garantiu que os serviços serão retomados o mais rápido possível”, disse Fallabela, que completou: “a denúncia mais um factoide diante de uma administração bem avaliada, ao contrário das anteriores”.

Veja a nota

A Prefeitura de São Sebastião do Uatumã informa que não tem nenhuma gerência sobre o contrato se pavimentação da sede do Município pois a obra fora licitada pelo Governo do Estado no ano passado e vinha sendo executada diretamente pelo próprio Estado do Amazonas.

Não tendo, assim, nenhuma responsabilidade por sua execução, tanto é que ao se observar a placa da obra que existe no Município consta como sendo executada pelo Estado, através da SEINFRA ESTADUAL.

O que de fato ocorreu, foi que a obra foi suspensa pelo Estado em Janeiro de 2019 e o Poder Municipal, preocupado com os inúmeros transtornos causados aos munícipes, já solicitou diversas vezes sua retomada e obteve a resposta de que a solicitação do Prefeito Fernando Falabella será atendida o mais rápido possível.

Causa estranheza a denúncia, pois é fato de que a obra é de única e exclusiva responsabilidade do Estado, sendo a denúncia mais um factoide diante de uma administração bem avaliada, ao contrário das anteriores.

Desde já estamos a disposição para qualquer esclarecimento.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •