Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma tragédia chocou os passageiros e a tripulação de um cruzeiro da Royal Caribbean, em San Juan, Porto Rico. Um avô deixou cair, do 11º andar da embarcação, a neta de apenas 18 meses. Salvatore Anello estava carregando Clhoe Wiegand próximo a área envidraçada de um restaurante quando ficou tonto e deixou a menina cair por uma das janelas que estava aberta. O caso ocorreu no último domingo 08/07.

A bebê ainda chegou a ser socorrida e levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. “Escutamos os gritos da família porque estávamos perto. Um grito de dor daquele jeito não se compara qualquer situação”, disse uma testemunha à rede de televisão Telemundo PR. De acordo com o jornal El Vocero, o avô teve de ser sedado após o acidente, pois estava em estado de histeria.

A mãe, o pai e os avôs passavam férias a bordo do navio Freedom of The Seas. A viagem de sete dias ainda nem tinha começado quando ocorreu o acidente. Em nota, a Royal Caribbean disse que estava “profundamente triste com o trágico incidente” e que se solidarizava com a família. “Colocamos nosso time para assisti-los com todos os recursos possíveis. Para respeitar a privacidade deles”, diz a nota.

Segundo a polícia, as investigações ainda estão no começo e não há uma linha definida. “Pode ser um acidente, um assassinato. Estamos começando e não descartamos nenhuma possibilidade. Vamos fazer uma investigação correta para explicar como se chegou à morte dessa menina”, disse Jose D. Sanchez, responsável pelo caso.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •