O empresário Tonho Santos ficou em segundo lugar nas eleições em Codajás, mas hoje aliou a seu adversário (Foto Divulgação)
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pelo menos até o resultado das eleições municipais de 2016, o empresário Antônio Ferreira dos Santos, conhecido como “Tonho Santos” era inimigo fidagal do prefeito de Codajás, médico Abraham Lincoln.

Era, não é mais.

Todo aquele alarido pós-derrota eleitoral – Tonho perdeu na corrida sucessória para Lincoln, que se reelegeu -, como denúncias e processos por sufrágio fraudulento (compra de votos), o empresário virou um túmulo – fechou a boca, silenciou, nem mais um piu contra o seu ex-desafeto. 

Abraham Lincoln, no entanto, segundo informação de fontes que transitam com intimidade nos corredores da prefeitura de Codajás, pagou um  preço pelo silêncio de Tonho Santos, dono dos mais importantes hotéis da cidade, como o Dona Maria, por exemplo.

Tonho Santos perdeu as eleições, mas cobrou caro para deixar a vida de Lincoln em paz.

Nomeou Helissilve Rocha, seu ex-coordenador de campanha – uma espécie de preposto – para um cargo de confiança (ver documento), ampliou com o beneplácito do amiguinho prefeito o volume de hóspede para o Hotel Dona Maria, tirou do circuito a embarcação Ingrid Beatriz, contratado da prefeitura e, no lugar dele, colocou o barco Irmãos Santos, de sua propriedade e por aí vai.

Tonho Santos perdeu as eleições, mas aumentou os seus lucros empresariais depois de negociar o seu silêncio, barganhado pelo prefeito de Codajás.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •