Foto - Hugo Barreto/Metrópoles
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um vídeo divulgado nesta segunda-feira (15) nas redes sociais revela que a bolsonarista Sara “Winter” Geromini agrediu verbalmente e chegou a esbarrar em um agente para forçar uma prisão por desacato no sábado (13), quando a polícia do Distrito Federal (DF) cumpriu ordem do governo para desmontar o acampamento do grupo chamado “300 do Brasil” na Esplanada dos Ministérios.

“Vocês deviam ter vergonha, falta vagabundo aqui. Seus lixos. Entra lá naquela porra lá. Não tem culhão pra entrar lá. Eu quero ver como vai por a cabeça no travesseiro hoje. E não adianta fazer cara de ruim pra mim, não. Sobe uma favela. Moradora de favela sete anos. Sobe uma favela. Seus bostas”, afirmou.

Sara, que foi presa na manhã desta segunda-feira (15) por pedido do Ministério Público Federal acatado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), encara um a um dos policiais e grita palavras agressivas.

“Não tem coragem de olhar na cara de uma cidadão e falar: eu assumo a merda que eu fiz. Seus bundão. Vocês agora são parte do esquema, senhores. Se fodeu a vida inteira para passar num concurso. Seus bostas”.

Em um momento, ela esbarra em um dos policiais e diz que ele quer agredi-la. A bolsonarista vai então atrás do agente e começa a desferir insultos, enquanto membros do grupo filmam e pedem a identificação do homem.

“Vai pra puta que pariu. Vai trombar na sua mãe. Seu fodido do caralho. Seu bosta do caralho”, diz. (Revista Fórum)

Assista


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •