Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Escola de Saúde Pública da Prefeitura de Manaus (Esap), inaugurada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto em 2018, completa um ano de funcionamento e consolidasse como polo de especialização em Saúde Pública e Programa de Residência Médica em Medicina da Família e Comunidade.

“É um grande legado para Manaus e para a nossa saúde pública. Nos inspiramos no modelo adotado em Palmas, no Tocantins, por ser uma ideia muito boa, tanto que o Ministério da Saúde pensa em algo parecido para universalizar Brasil afora. Criamos a escola de saúde pública e temos uma grande confiança nela. Vamos consolidar essa política pública, pois  temos convicção que é um projeto que deu certo. Vamos estabilizar e aperfeiçoar o atendimento da atenção básica e tenho certeza que ampliaremos os números de cobertura de saúde até 2020”, estimou o prefeito, ao participar da comemoração de 1 ano da Esap na tarde da quinta-feira, 11/7, no auditório Isabel Victoria de Mattos Pereira do Carmo Ribeiro, na sede da Prefeitura de Manaus, Compensa, Zona Oeste.

Emocionada a diretora da SEAP, Kássia Janara, falou sobre a dificuldade do desenvolvimento do projeto e agradeceu toda equipe e os alunos da escola. “Esse é um momento importante para a Secretaria Municipal de Saúde, que deixa um legado, além de ser um fortalecimento para o SUS.”, acrescentou.

O trabalho que tem como princípio educativo, possibilita o aprendizado por meio da imersão nos serviço de saúde. Os especializando aprendem na prática e são os protagonistas no processo de aprendizado.

O titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Marcelo Magaldi explicou que, a Esap, por meio do Programa Mais Saúde Manaus (Promais) possui três turmas em andamento, com 116 participantes, entre preceptores, tutores, coordenadores e alunos que recebem bolsa de estudos que variam de R$ 900 a R$ 8,1 mil. Em menos de um ano de atividades, a representatividade do programa na cobertura de Estratégia Saúde da Família (ESF), na capital amazonense, é de 8,68%.

“Apesar de apenas um ano de vida a escola já está dando frutos e temos muito ainda para fazer. Isso fortalece a atenção primária com um projeto bom para a comunidade e também para os profissionais que estão saindo das universidades”, disse Magaldi.

Programa Mais Saúde Manaus

Para potencializar a educação permanente em saúde, a ESAP criou o Programa Mais Saúde Manaus (PMSM), cujo objetivo é fortalecer a integração ensino-serviço-comunidade, o que sempre foi uma aspiração dos servidores da Semsa.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •