Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A especialista do Instituto Ayrton Senna (IAS), Silvia Mattiazzo, realizou na quinta-feira, 15/8, uma visita técnica pedagógica na escola municipal Maria Lira Pereira, bairro Petrópolis, zona Sul, sobre os Programas de Correção de Fluxo (Se Liga e Acelera Brasil), Reforço Escolar (Pit Stop e Fórmula da Vitória) e Gestão de Alfabetização (PGA). O objetivo é reconhecer o trabalho da equipe central, regional e escolar  dos programas desenvolvidos pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e em parceria com o IAS.

O programa de Correção de Fluxo conta com 103 unidades de ensino, com total de 3,6 mil alunos, 1.540 do Se Liga e 2100 do Acelera. Já o Reforço Escolar atende 56 escolas, com 1.230 alunos (3º e 5º ano) no Pit Stop e 302 alunos (6º e 7º ano) na Fórmula da Vitória. O Programa de Gestão da Alfabetização conta com 78 escolas, com mais de 11 mil alunos do 3º ano.

Durante a visita foi realizada uma roda de conversa com a gestora, equipe pedagógica da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul, da Divisão de Ensino Fundamental (DEF) da Semed, além dos professores e alunos que participam dos programas.

Silvia Mattiazzo, que percorreu toda a escola para saber mais sobre o trabalho das professoras com os alunos, disse que ficou satisfeita com o relato de todos os envolvidos. “Foi uma oportunidade muito interessante conversar, tanto com a equipe da Semed e da divisão, bem como com quem trabalha na escola. Os alunos mostraram como é a rotina em sala de aula e para nós do IAS é muito importante fazer esse acompanhamento. Penso que é uma forma mesmo de reconhecimento do trabalho da aprendizagem escolar dos alunos”, finalizou.

A diretora Giane Rocha Fernandes da escola municipal Maria Lira Pereira, disse que a visita é importante para que todos possam conhecer o trabalho pedagógico do Se Liga, Acelera e Pit Stop do IAS.

“É de suma importância esse momento, porque dá uma visibilidade realmente ao trabalho de gestão da escola, além da proximidade do IAS com os professores que atuam nos programas. Essa integração do IAS com o que acontece é importante, porque eles vêm trazer mais informações e colhem algumas ações específicas que a Semed tem implementado”, citou.

A assessora pedagógica do PGA da Semed, Alfa Tavares, considerou importante a visita para que o IAS constate de perto o resultado do trabalho realizado por todos os nos programas para qualidade do processo de aprendizagem.

“É uma visita técnico pedagógico do IAS, onde estão aqui para saber como é estruturada a escola com cada programa, suas as conquistas, o avanço e o feedback da comunidade sobre tudo isso. As dificuldades, os desafios são grandes, mas os avanços também são bem positivos”, comentou.

De acordo com a coordenadora dos Programas de Correção de Fluxo e Reforço Escolar do IAS na Semed, Neuza Viana, a técnica que participa de uma formação, aproveitou para realizar uma visita na escola.

“A consultora do IAS veio para conhecer o trabalho que a Semed desenvolve nos programas de correção, devido ao nosso sucesso, fez questão de visitar a escola, saber como a Semed conseguiu implantar e qual foi a causa desse grande sucesso. Ela veio verificar como ambientamos nossas salas, qual perfil do professor, enfim, todo trabalho que é executado pela secretaria em parceria com o IAS”, disse. 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •