Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Escola de Serviço Público Municipal (ESPI) firmou, nesta quarta-feira, 28, uma parceria inédita com a Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (FHemoam) para disponibilizar bolsistas dos programas executados pela instituição às atividades realizadas pelo órgão. A participação dos bolsistas é a contrapartida exigida pela Prefeitura de Manaus para conceder as bolsas. O documento foi assinado peladiretora geral da ESPI, Luiza Bessa Rebelo, e pelo presidente da FHemoam, Nelson Fraiji,durante a programação, na sede da ESPI, que deu início às comemorações de 18 anos da Escola, vinculadaà Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad).

Para o presidente da FHemoam, Nelson Fraiji, a atuação dos bolsistas nas atividades da fundação que não necessitem de conhecimento técnico serão um importante reforço, principalmente, nas campanhas de coleta de sangue. Já a diretora da ESPI, Luiza Rebelo, ressaltou que a atuação da escola não se limita apenas aos servidores municipais. “Estamos executando atividades que vão impactar diretamente nos diversos segmentos da sociedade. A parceria com a FHemoam e a capacitação de moradores de comunidades do entorno de Manaus e dos permissionários da prefeitura são prova disso”, destacou.

No evento, Luiza também apresentou o catálogo com todos os cursos de capacitação que ainda serão oferecidos pela instituição este ano. Ao todo, 77 cursos serão disponibilizados, com a oferta de 3.850 vagas, nas áreas dequalidade e eficiência na gestão pública, legislação aplicada ao setor público, comunicação e linguagem, gestão de pessoas, financeira e orçamentária, saúde e idiomas.

A meta é encerrar o ano com a oferta total de 6,4 mil vagas, contando com os cursos e treinamentos oferecidos no período de janeiro a maio deste ano. “O prefeito Artur Virgílio Neto está confiante no resultado que tem sido apresentado e, com isso, quer aumentar cada vez mais a quantidade de ações na área da capacitação. Aumentamos a quantidade de ofertas em pelo menos 40% em relação ao ano passado”, destacou a diretora. As ações de capacitação da ESPI atendem, atualmente, aservidores e agentes públicos e políticos do município. Além disso, fazem parte de suas ações a gerência dos programas de inclusão socioeducacional Bolsa Idiomas e Bolsa Universidade.

Publicações

A diretora apresentou, no evento, a primeira edição da revista “ESPI em foco” e o livro “Estudos de caso em administração pública”. A revista mostra alguns dos principais resultados alcançados pela ESPI e destaca as metas para o segundo semestre, enumerando as principais atividades realizadas pelo órgão. Já o livro é uma compilação de 14 artigos produzidos por alunos do curso de Especialização em Administração Pública, promovido em parceria com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Os artigos mostram os avanços obtidos no serviço público municipal. Os autores, que estavam presentes ao evento, autografaram a publicação e apresentaram, em banners, alguns dos pontos principais de seus artigos.

Além da apresentação dos cursos e das duas publicações, o evento contou com uma exposição de fotos que marcam os 18 anos da ESPI e com trabalhos de artesãos apoiados pela Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Desenvolvimento (Semtrad).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •