Escultura feita pelo artista britânico Marc Quinn substitui estátua de escravocrata em Bristol - Geoff Caddick - 15.jul.20/AFP
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Depois de ser derrubada durante atos antirracistas em Bristol, no Reino Unido, a escultura de Edward Colston, traficante de escravos do século 17, foi substituída nesta quarta-feira (15) pela estátua de uma mulher negra com o punho erguido no ar.

O novo monumento homenageia Jen Reid, manifestante fotografada sobre o pedestal onde ficava a estátua de Colston. No início de junho, a imagem do escravocrata foi derrubada e jogada em um rio.

De acordo com o jornal The Guardian, a obra é de autoria do artista britânico Marc Quinn, que planejou a substituição secretamente durante as últimas semanas.

Em uma operação relâmpago antes do amanhecer, uma equipe de dez pessoas chegou ao local em dois caminhões às 5h. Quinze minutos depois, a nova estátua já estava posicionada e acompanhada de um cartaz em que se lia “black lives still matter” (vidas negras ainda importam).

A frase faz referência ao slogan do movimento contra o racismo que ganhou novo fôlego após o assassinato de George Floyd, homem negro morto por um policial branco nos Estados Unidos, no final de maio. Com informações de Folha de S. Paulo.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •