Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Faculdade Metropolitana de Manaus, Fametro, da família Lins, arrematou por R$ 9 milhões e 300 mil, na manhã desta quinta-feira (21), por volta de 10h, o prédio da Santa Casa de Misericórdia de Manaus, localizada na Avenida 10 de Julho, Centro. O leilão do prédio aconteceu nesta quinta-feira no átrio do Fórum de Justiça Ministro Henoch da Silva Reis.

A reitora da Fametro, Maria do Carmo Seffair Lins de Albuquerque, disse ao Blog da Rosiene Carvalho, que o local será restaurado, observando todos os critérios legais em função de ser um prédio histórico e tombado, para que funcione como o hospital escola dos cursos de saúde da faculdade.

“Vamos manter integralmente a fachada. Resgatar o patrimônio histórico da cidade. A Santa Casa faz parte da história de muitos amazonenses”, declarou a reitora.

Pagamento de trabalhadores

O leilão é resultante de ação do Município de Manaus para execução fiscal de divida ativa, no processo n.º 0888353-75.2012.8.04.0001.

Segundo o interventor judicial da Santa Casa de Misericóidia, Tiago Queiroz de Oliveira, tinha destacado a possibilidade do comprador realizar o parcelamento, em até 30 vezes, do preço oferecido. “Além do mais, por se tratar de leilão judicial, o comprador receberá o prédio com a garantia de não ser cobrado por dívida nenhuma da entidade”.

Tiago ressalta, ainda, que é a primeira vez que esse bem vai a leilão e que o valor recebido será precipuamente destinado ao pagamento das 112 famílias de trabalhadores que, desde 2004, não receberam suas verbas rescisórias. “Paralelamente, o produto da arrematação será direcionado ao pagamento de indenização devida a uma das vítimas do acidente da caldeira do prédio, ocorrido em janeiro de 1970 que, até o presente momento, não recebeu o que lhe cabe por decisão judicial transitada em julgado no longínquo ano de 1982”, acrescentou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •