Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na última sexta-feira (05), Michael Saboia de Souza, 19 anos, foi preso no Maranhão. Ele é o principal suspeito da morte bárbara da adolescente Heloísa Medeiros da Silva, 17 anos, no dia 15 de dezembro de 2019. A previsão de chegada a Manaus é para a segunda-feira (08).

Na noite da sexta-feira (05), a família de Heloísa gravou um vídeo como forma de “agradecer a Deus, lembrar o nome de Heloísa e comemorar a prisão de Michael Saboia”, como disse seu familiar. Em seguida, soltaram fogos de artifícios.

“Em forma de protesto e agradecimento a todos que ajudaram, que compartilharam os vídeos, que estiveram com a gente até o final, fica aqui nosso singelo agradecimento a todos. Que ele venha para Manaus e pague pelo que fez.”, relata um familiar.

A família de Heloísa lutou incansavelmente para que o suspeito de assassinar a adolescente, fosse encontrado. Após a prisão no Maranhão, ele confessou ter matado Heloísa, mas vai ser Manaus (AM) que o destino dele na justiça será determinado.

Assista:

Entenda

O corpo de Heloísa Medeiros foi encontrada na madrugada do dia 15 de dezembro de 2019, com sinais de estrangulamento, em um casarão na rua Miranda Leão, bairro Centro, Zona Sul de Manaus.

A vítima estava seminua e com sinais de estrangulamento e indícios de tortura: a adolescente teve as unhas arrancadas e os cabelos cortados. Segundo o laudo o IML, ela foi morta por lesão no pescoço; a cervical quebrou.

Caso Heloísa Medeiros: Suspeito de torturar e matar jovem, é preso no Maranhão; crime aconteceu em dezembro de 2019


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •