Sanitizaçao Manaus Moderna e Feira da Banana.
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Atendendo a orientação da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), as feiras da Manaus Moderna e da Banana, na avenida Lourenço Braga, Centro, receberam a quarta ação de desinfecção e higienização com hipoclorito de sódio, com foco no enfrentamento ao novo coronavírus, causador da Covid-19.

Desde o início da pandemia, esse tipo de ação têm se intensificado nos locais de grande concentração de pessoas, em Manaus. Na última sexta-feira, em parceria com a iniciativa privada, as comissões gestoras das duas feiras, que recebem um grande fluxo de pessoas todos os dias, optaram pela realização de uma higienização mais intensa, para garantir a segurança de permissionários e clientes.

“Pela quarta vez, a comissão gestora em parceria com a Prefeitura de Manaus, estão fazendo o serviço de sanitização, que é o trabalho ideal nesse momento, para conter o avanço do novo coronavírus, para melhor atender o nosso cliente, dar condição de trabalho de forma higiênica para os feirantes e a segurança de que estamos aqui trabalhando porque não podemos parar o abastecimento da cidade”, destacou Davi Lima, presidente da comissão gestora da feira Manaus Moderna.

Ele ressaltou, ainda, que todos os permissionários são orientados e cobrados pela administração das duas feiras a lavar as mãos constantemente com água e sabão, usar álcool em gel, máscaras e luvas e evitar aglomerações em frente às suas bancas.

Na feira da Banana, os serviços de higienização também são diários. Para atender a demanda, mais servidores foram contratados para intensificar a limpeza. O local, que oferece álcool em gel para os clientes em pontos estratégicos, está recebendo higienização com água sanitária seis vezes por dia, e os feirantes, que também usam máscaras e luvas, são orientados a higienizar suas bancas duas vezes por dia, com água sanitária.

“Nós vimos que era necessário fazer isso desde quando começou a pandemia e nós estamos fazendo a sanitização todas as sextas-feiras, tanto dentro quanto fora da feira, para combater a proliferação da doença”, ressaltou Lilian Barroso, representante da comissão gestora da feira da Banana.

Para Geovane Silva, que trabalha há 20 anos como permissionário da feira da Banana, vendendo frutas e verduras, esse trabalho é muito importante.

“É de grande eficácia para a gente que trabalha aqui na feira e sabemos dos riscos que estamos correndo. Várias pessoas vêm aqui comprar, apesar de apoiarmos que elas fiquem em casa, mas para aquelas que não tem como ficar em casa, que têm que vir comprar suas coisas, é de grande importância, essa desinfecção que estão fazendo na feira. É de grande importância para a segurança de todos”, enfatizou o permissionário.

A feira da Banana possui 110 permissionários e seu horário de funcionamento é de 3h às 18h, de segunda a domingo. A feira Manaus Moderna, maior entreposto de abastecimento de varejo de hortifruti e pescado para a população manauara, possui 726 permissionários e está funcionando de 2h às 13h, todos os dias.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •