Rafael Fernandez confessou na Delegacia de Homicídios os detalhes do crime (Foto Divulgação)
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A juíza Priscila Maia Barreto, da Central de Inquéritos da Comarca de Manaus, decretou na quinta-feira (21), a prisão preventiva de Rafael Fernandes Rodrigues, 31 anos, acusado de matar a Miss Manicoré, Kimberly Karen Mota de Oliveira, 22 anos, encontrada morta na madrugada de terça-feira (12) no apartamento do analista judiciário, localizado no Smart Residence, na rua Joaquim Nabuco, Centro de Manaus.

Rafael foi preso dia 15 de maio na cidade de Pacaraima (RR), após pedido de prisão temporária por 30 dias foi decretada pelo juiz George Hamilton Lins Barroso, plantonista criminal do Fórum Ministro Henoch Reis.

Réu confesso do assassinato da Miss Manicoré, Rafael Fernandez teve a prisão preventiva solicitada à Justiça e com parecer favorável do Ministério Público foi decretada.

Chegada a Manaus

O analista judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região – Amazonas e Roraima, Rafael Fernandez, réu confesso do assassinato de Kimberly Karen Mota, preso em Pacaraima, chegou em Manaus no último sábado (16) e foi direto para a sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

De acordo com delegado Paulo Martins, na viagem de Boa Vista a Manaus, Rafael deu detalhes de como teria agido na madrugada do crime no apartamento dele, localizado no Smart Residence, na rua Joaquim Nabuco, Centro de Manaus.

Rafael disse à polícia que assim que a vítima foi ao banheiro teria lido mensagens de outros homens no celular de Kimberly e não teria gostado do que viu. Aí foi até a cozinha pegou uma faca, escondeu em baixo do travesseiro e esperou a miss dormir para desferir os golpes contra ela.

“Ele disse que a primeira facada no pescoço foi tão violenta deixou ela desfalecida”, relatou o delegado Paulo Martins, acrescentando que Rafael disse logo em seguida desferiu mais duas facadas, pescoço e por último no tórax.

FACADAS: Finalista do Miss Amazonas 2019 é encontrada morta no apartamento do namorado


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •