Foto: Jardel Santos
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Centro Cultural Casarão de Ideias anuncia as produções locais, nacionais e internacionais que formarão a programação do XI Festival Mova-se: Solos, Duos e Trios. Ao todo, o evento recebeu 92 solicitações de artistas e grupos em diferentes categorias do certame, vieram inscrições de 16 estados brasileiros e também sete países ibero-americanos.

O evento acontece em Manaus, de 27 a 29 de novembro, e traz grandes novidades, além das apresentações presenciais, a programação ainda terá apresentações virtuais. Porém, as produções que participam no festival na forma presencial serão de grupos, artistas e companhias amazonense, desta forma não haverá deslocamento de outros estados, já que estamos em período de distanciamento social causado pelo novo Coronavírus.

Foram selecionados 13 espetáculos, sendo apenas duas apresentações presenciais: “Sodade”, da Panorando Cia e Produtora e “Enruína”, do grupo Em Lugar Arte e Movimento. Ambas produções deverão atender aos protocolos de cuidados com a saúde pública, preconizados pelos órgãos de saúde, entre eles o distanciamento social, uso de álcool gel e máscaras.

Já as produções nacionais que se apresentaram de forma virtual, figuram os espetáculos: “Titiksha”, da Nalini Cia Dança (GO); “Corpo Máquina”, da Robo.Art (SP); “As Vezes Eu Kalho”, produzido por Geda Cia. de Dança Contemporânea (RS) e “Outono”, da Cia. Mineira De Teatro (MG).

Inovando

O XI Festival Mova-se: Solos, Duos e Trios abriu inscrições para que os países ibero-americanos participassem. De acordo com João Fernandes Neto, diretor geral do evento, o sucesso foi tão grande, que nesta edição participarão seis  países, que irão mostrar sua arte através das plataformas digitais. “Nosso primeiro ano internacional e receber todas essas inscrições só reforçam quanto festival já possui um diálogo em promover arte nas suas diversas linguagens”, afirma.

Os espetáculos selecionados são, o espanhol “Grietas En El Água”, da companhia Caminantes Danza; “Isto Não É Uma Mesa”, produzido pela empresa A4filmes com dupla nacionalidade Brasil e Colômbia; “Dês- Tierra”, do bailarino colombiano Cristian David Triviño Rincón; “Loop”, o argentino Esteban Hezkibel; “Primeiro A Las 10”, espetáculo peruano da empresa Samoa Producciones e vindo do Equador a produção “Lunáticas”, da Corporación Humor Y Vida.

O XI Mova-se Festival: Solos, Duos e Trios foi contemplado com o Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2019, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e da Fundação Nacional de Arte (Funarte), por meio do Fundo de Ajuda para as Artes Cênicas Ibero-Americanas (Programa Iberescena), na categoria Apoio a Festivais. O festival tem o patrocínio do Banco da Amazônia, através da Lei Rouanet.

Serviço:

XI Festival Mova-se: Solos, Duos e Trios

Quando: de 27 a 29 de novembro de 2020

Quanto: Gratuito


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •