Cineteatro Guarany. Foto: Michael Dantas/SEC
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sexta-feira (20/09)

16h – O Teatro Amazonas (avenida Eduardo Ribeiro, 659, Centro) recebe o espetáculo “A noite iluminada” (ES), pelo “MovaSezinho”, categoria juvenil do Festival Mova-se de Dança. O espetáculo conta a história de um menino que não gostava da escuridão e, à noite, ficava triste e sozinho, rodeado de lanternas e lâmpadas. Com o surgimento da Negra, uma garota fantástica, ele consegue perder o medo da noite e descobre toda a beleza que nela habita. Entrada gratuita.

19h – O Coral Infantil do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro apresenta o concerto “Dó Ré Mi, no mundo da música”, no Teatro da Instalação (rua Frei José dos Inocentes, s/nº, Centro). O espetáculo conta um pouco da rotina musical de crianças apaixonadas pela arte. No palco, 41 coralistas interpretarão canções como “Dó Ré Mi”, do clássico “A Noviça Rebelde”; “Minha Canção”, de Chico Buarque; e  músicas divertidas de Mônica Coropos, como “Em Cena”, “Rap do Som” e “Música de Todo jeito”. O Coral será acompanhado pelo professor Dorivan Leite (piano) e pelos alunos Lian Pontes (bateria), Gutemberg Silveira (percussão) e Adailson Cunha (flauta transversal). Entrada gratuita.

19h – A peça “Ainda bem que não tivemos filhos” será apresentada no Centro Cultural Usina Chaminé (avenida Manaus Moderna, Centro). O espetáculo apresenta situações que permeiam as relações amorosas. De uma forma poética, entre humor e o drama, a peça fala sobre as marcas que os afetos deixam depois que se vão, sejam eles passageiros ou duradouros. A classificação é para 14 anos. A entrada custa R$ 20 (inteira) e os ingressos podem ser comprados no local ou no site Bilheteria Digital.

19h – Dentro da programação do 6º Festival Internacional de Música de Câmara de Manaus haverá o concerto “Amigos e música”, no Centro Cultural Palácio da Justiça (avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro). No programa, os destaques serão a “Sonata para violoncelo e piano”, de Chopin, e o “Quinteto para clarinete e cordas”, de Mozart. A classificação é livre e entrada gratuita ou com doação espontânea de 1kg de alimento não perecível que será doado para o Grupo Raio de Sol.

20h – No Teatro Amazonas, às 20h, acontece a abertura oficial do Festival Mova-se de Dança, com o espetáculo “À Margem”, que se apresenta como um entrecruzamento dos discursos de cada um dos três artistas negros que compõem a cena: Tiago Oliveira, da dança contemporânea; Bruno Duarte, das danças urbanas [o Krump]; e Jhonatta Vicente, que atua como DJ em performances sonoras. Por meio de cenas cotidianas, os relatos apresentam o caminho afrodiaspórico dos artistas que, ironicamente, confunde-se com a realidade diária de qualquer outro corpo negro. A ideia é provocar uma reflexão sobre os preconceitos do presente, buscando modificar o futuro. Entrada gratuita.

Sábado (21/09)

11h – No Centro Cultural Palácio da Justiça acontecerá o concerto “Quatro Por Quatro”, pela programação do 6º Festival Internacional de Música de Câmara de Manaus. No programa, obras para piano a quatro mãos e para quarteto de cordas. Classificação livre e entrada gratuita ou doação espontânea de 1kg de alimento não perecível que será doado para o Grupo Raio de Sol.

18h30  – Mostra de Cineastas Amazonenses deste sábado será temática: “Mostra Horror Fantástico”, que exibirá filmes de suspense e terror, de diversos cineastas. São eles: “Histeria”, de Rummenigge Wilkens; “A criatura do novo millenium”, de Tony Lee; “Apenas superstição”, de Alberto Carvalho; “O estranho sem rosto”, de Lucas Martins; “No escuro”, de Max Michel; “A pandemia de versículo” (PulpNix – Andrew Lukas); “Segredos de Hellen”, de Higor Matheus; “Consuelo”, de Juan Lopes; e “Eles podem voltar”, de Roberto Hade. Classificação indicativa para 12 anos e entrada gratuita.

20h – A Amazonas Band apresenta “Swinging”, no Teatro Amazonas. Sob regência do maestro Rui Carvalho, a orquestra fará um “passeio” por canções que marcaram o jazz do final do século XX até o início do século XXI, como “Ladybird”, de Tad Dameron, com arranjo de Maria Schneider; “Freedomland”, de Russ Ferrante, e “Dolphin Dance”, de Herbie Hancock, estas com arranjo de Bob Mintzer. Classificação livre e entrada gratuita.

Domingo (22/09)

19h – A Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA), sob regência do maestro Marcelo de Jesus, realiza mais um concerto da 16ª edição da Série Guaraná. O evento acontecerá no Centro Cultural Palácio da Justiça, em parceria com o Festival Internacional de Música de Câmara, e contará com a participação dos músicos Anna Samokish, Eliziel Lourenço dos Santos, Átila de Paula e Alexandre Kozlov Leitzke. O programa da apresentação inclui as obras “Concerto para violino em lá menor”, do alemão Johann Sebastian Bach; “Concerto para dois violoncelos”, do compositor italiano Antonio Vivaldi; e trechos de “Souvenir de Florença”, do russo Pyotr Ilyich Tchaikovsky. A entrada é  doação de um brinquedo para a campanha “Doe um brinquedo e ganhe sorrisos”, ou de 1 quilo de alimento, que será destinado ao Grupo Raio de Sol.

19h – No Teatro Amazonas, acontecerá o encerramento do Festival Mova-se de Dança, com “A última luz que vi” (AM). A concepção do espetáculo partiu de uma indagação e de uma necessidade do coreógrafo e diretor artístico, Gandhi Tabosa, de compartilhar reflexões acerca do Holocausto. A montagem cênica e coreográfica retrata os momentos difíceis vividos pelos judeus e busca compor uma visualidade na qual  elementos simbólicos e coreográficos representem o pesadelo da perseguição e a luta pela sobrevivência.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •