Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Flamengo divulgou o balanço referente as contas de 2019, com uma arrecadação recorde. No entanto, um dos valores divulgados criou uma polêmica com o Sport.

De acordo com o balanço, os flamenguistas pagaram R$ 5,6 milhões ao Sport pelo lateral esquerdo Renê. Porém, o clube pernambucano revelou que não recebeu qualquer valor no ano passado pela negociação, que aconteceu em 2017.

“Pedimos esclarecimento disso. Se eles pagaram, vão ter que pagar de novo. Está entregue ao departamento jurídico e ainda não posso dar mais detalhes. Estamos aguardando uma resposta do Flamengo. Mantemos um bom relacionamento e não podemos nos precipitar”, disse o presidente do Sport, Luciano Bivar, ao Globoesporte.com.

A notificação aumenta os problemas no Flamengo, que se viu obrigado a não pagar parcelas pelo pagamento de outros atletas neste momento. Os Rubro-Negros chegaram a um acordo com o Náutico por conta da chegada de Thiago Fernandes e busca um acerto com o Athletico pelo zagueiro Léo Pereira.

Renê tem 27 anos e foi titular do Flamengo desde então. O lateral ganhou a disputa com o peruano Trauco, mas perdeu a posição na temporada passada, com a chegada de Filipe Luís.

Mesmo na reserva, o Flamengo renovou o contrato do jogador. Renê tinha vínculo até o fim do ano e estendeu até 2022 com os Rubro-Negros. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •