Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – O Fluminense perdeu a chance de se afastar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro ao empatar com a Chapecoense, no Maracanã. Com o resultado, os tricolores seguem um ponto a frente do Cruzeiro, primeiro na degola.

O Fluminense terá confronto direto nesta quarta-feira, quando enfrenta o Ceará, no Castelão. O meia Nenê ressaltou a importância de um bom resultado depois do tropeço em casa.

“Tínhamos que ter ganho e agora temos que recuperar esses pontos fora de casa, contra o Ceará. Ainda mais por ser um rival que está com mesmo número de pontos que a gente. Estamos perto da zona de rebaixamento de novo. O alerta voltou ao máximo. Não podemos mais perder pontos, principalmente contra rivais diretos”, disse.

O zagueiro Digão pregou foco em cada partida até o fim da temporada: “Só dependemos da gente. Toda partida vai ser decisiva para a gente até o fim do ano. A cada quarta e domingo teremos guerras. Temos que estar totalmente concentrados, focados”.

O técnico Marcão falou em continuidade do trabalho para que os tricolores possam voltar a vencer dentro do Brasileiro.

“Vamos continuar batalhando e trabalhando. Quarta-feira temos mais uma final. Vamos forte, com cabeça boa, mental lá em cima porque é um jogo grande”, destacou.

O Fluminense tem 30 pontos, na 16ª posição, com a mesma pontuação do Ceará, somente atrás nos critérios de desempate. Se não vencer no meio de semana, os tricolores podem terminar a rodada na zona de rebaixamento, dependendo do resultado do jogo com o Cruzeiro, que enfrenta o Botafogo na quinta-feira.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •