Josué Neto (no detalhe), destacou que a campanha é nobre e contará com o apoio do Poder Legislativo (Montagem Fato Amazônico)
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), através dos 24 deputados e seus servidores, uniu-se a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (Fcecon), na ‘força-tarefa do bem’, que busca arrecadar R$ 50 mil para a compra de três aparelhos vitais para as ações de prevenção do câncer de colo uterino no Amazonas. O objetivo, segundo o presidente da Casa, Josué Neto, é chegar ao montante em 48h.

“Nossos aparelhos estão antigos, são de muitos e muitos anos. Não dá mais para esperar, nossas mulheres precisam com urgência desses aparelhos. Não podemos mais ver tantas mulheres morrendo por conta de um câncer que é 100% detectável”, afirmou a ginecologista da Fcecon, Mônica Bandeira de Mello, que falou sobre a campanha durante Cessão de Tempo, realizada na Aleam na manhã desta terça-feira 29.

Segundo ela os aparelhos são extremamente necessários para a redução do número de casos da doença no Estado. São eles: um colposcópio, que é um microscópio, um bisturi de alta frequência e uma mesa ginecológica com mocho.

Ainda segundo a ginecologista que trabalha há 29 anos na Fcecon, o Amazonas é campeão brasileiro em mortes de mulheres, por câncer de colo de útero. “O tumor no colo do útero, é o único tumor humano cuja causa é conhecida. No caso, a infecção por HPV. No preventivo já podemos detectar a inflamação pré-cancerigena, e com esses aparelhos poderemos evitar que as mulheres tenham seu caso agravado”, explicou Mônica Mello.

Arrecadação em 48h

O presidente da Casa, Josué Neto, destacou que a campanha é nobre e contará com o apoio do Poder Legislativo. “A Aleam vai tomar como sua responsabilidade, dentro de suas competências, para conseguir, junto aos deputados e diretores, arrecadar os valores dentro das próximas 48h”, disse Josué Neto.

Médico mastologista, Gerson Mourão, que é diretor da Fcecon, lembra que metade das quimioterapias e radioterapias realizadas na Fundação, é destinada a pacientes em tratamento do câncer de colo de útero. “Além disso, quase 100% das hemodiálises são para essas pacientes. Infelizmente, a cada dois dias morre uma mulher com câncer no colo do útero no Estado. Não temos mais tempo a perder!”, enfatizou Gerson Mourão.

Fcecon é referência

A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (Fcecon) é referência na realização na cirurgia conhecida como Conização, no Sistema Único de Saúde (SUS). A cirurgia que é considerada de baixa complexidade é feita em mulheres diagnosticada com inflamação pré-cancerigena.

Simples e com anestesia local, onde as mulheres sequer ficam internadas a Conização é realizada por meio do colposcópio, bisturi de alta frequência e mesa ginecológica com mocho. “Se temos uma cirurgia tão simples, que evita o câncer, por que não dar condições aos profissionais? Temos que ter empatia e compaixão, não podemos mais ver crianças ficando órfãs. Vamos levar esses aparelhos também ao interior, por meio do projeto Ver e Tratar!”, afirmou Mônica Mello.

Doações:

Os interessados em ajudar podem transferir qualquer valor para a seguinte conta:

Favorecido: Fundação Centro de Controle e Oncologia

CNPJ: 34.570.820/0001-30

Banco do Brasil

Agência: 3563-7

Conta Corrente: 40009-2


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •