Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A operação “Municípios Integrados – Região Metropolitana de Manaus”, desencadeada desde a quarta-feira (31/01) nas cidades que compõem a Região Metropolitana de Manaus (RMM), resultou na prisão de 42 envolvidos em ações criminosas no interior. Entre as prisões em flagrante e por mandados judiciais, há envolvidos com crimes como tráfico de drogas, roubo, furto e homicídios.

Ao todo, foram cumpridos mandados de prisão preventiva e mandados de busca e apreensão. A ação teve a participação da Polícia Militar e das Guardas Municipais. Ao longo dos trabalhos, foram apreendidas drogas, arma de fogo, dinheiro e celulares. Foram realizadas, ainda, incursões e abordagens a veículos com o intuito de verificar a presença de motos e carros roubados.

“Temos aproximadamente cinco operações simultâneas sendo realizadas em Manaus e isso ocasionou a fuga dos criminosos para as comunidades do interior. Então foi feito um trabalho muito sigiloso e, com esse levantamento, conseguiram fazer a prisão deles antes que conseguissem retornar à capital”, disse o diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), delegado George Gomes.

Segundo o diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), delegado Mariolino Brito, pelo menos um dos suspeitos, que possuía mandado de prisão por vários homicídios, foi preso durante a operação.

Destaques – Em Presidente Figueiredo, 11 pessoas foram presas, sendo cinco em cumprimento de mandado de prisão por crimes como homicídio tentado, roubo majorado e estupro de vulnerável.

Durante as diligências no município, as equipes policiais, formadas por policiais civis e militares e integrantes da guarda municipal, apreenderam porções de drogas, R$ 172 em espécie, celulares, uma pistola de pressão e uma dinamite. O Grupamento de Manejo de Artefatos Explosivos (Marte), da Polícia Militar, foi acionado pra detonar a dinamite.

Na base que integra os municípios de Careiro da Várzea, Careiro Castanho, Manaquiri e Autazes, foram presas seis pessoas, sendo três em flagrante e três em cumprimento de mandados de prisão. Além disso, três pessoas foram indiciadas, sendo duas por abandono de incapaz e uma por homicídio.

Houve prisões em Anori, Beruri, Manacapuru, Iranduba, Novo Airão, São Sebastião do Uatumã e Silves.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •