FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Durante a sessão plenária desta segunda-feira (06), o vereador Fred Mota (Republicanos) parabenizou a iniciativa do deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos) pela busca de alternativas para a melhoria do Centro Psiquiátrico Eduardo Ribeiro, localizado na avenida Constantino Nery, bairro Chapada, Zona Centro-Sul. O deputado visitou o local no último sábado (04).

“Existe uma lei equivocada que fecha o hospital. Por anos, muitos se especializaram em psiquiatra e em outras especialidades durante a residência médica nesse lugar. Várias pessoas procuraram por ajuda nesse centro médico. Infelizmente, estamos vivendo os últimos momentos do Eduardo Ribeiro”, comentou o parlamentar.

De acordo com Mota, o deputado federal Capitão Alberto Neto afirmou que irá empenhar-se no compromisso, em Brasília, de procurar recursos federais para que o Centro não feche. Segundo o parlamentar, 3% da população amazonense tem algum tipo de problema mental.

“O deputado irá verificar recursos para que o equívoco de fechar as portas do Centro Psiquiátrico Eduardo Ribeiro não seja concretizado”, frisou o vereador.

O Centro Psiquiátrico Eduardo Ribeiro foi construído em 1894 e transferido para a atual sede nos anos 80. Por 120 anos funcionou como manicômio chegando a atender 60 mil pessoas por mês.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), os leitos de internação foram desativados em 2014 obedecendo a legislação da Reforma Psiquiátrica (Lei n10.216/2001). Os internos foram transferidos para o Serviço Residencial Terapêutico (SRT) Lar Rosa Blaya, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte.

Conforme a pasta, atualmente, a unidade mantém ativo o serviço de pronto atendimento, atendendo pacientes em crise que necessitem de ajuda médica imediata (urgência e emergência)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •