Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fundação Matias Machline, projeto social que atende jovens em Manaus, comemora neste ano de 2020, mais um recorde de aprovação dos alunos em vestibulares de todo o País. A instituição conseguiu aprovar 95% de alunos do terceiro ano, Ensino Médio Técnico, em universidades públicas e privadas do Amazonas e de outros estados.

Instituições como Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Instituto Federal do Amazonas (Ifam), Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal do Rio de Janeiro, entre outras, estão entre as escolhidas.

Foram quase 170 alunos aprovados dos 180 matriculados no terceiro ano do ensino médio em 2019. Muitos passaram em mais de duas ou três universidades, totalizando 253 aprovações. O destaque vai para 9 aprovações em primeiro lugar em cursos de Engenharia, Medicina, Direito, Enfermagem, Ciências Contábeis, entre outros.

O resultado é fruto de um trabalho que visa oferecer um Ensino Médio Técnico gratuito a adolescentes oriundos de famílias de baixa renda no Amazonas, colocando a Fundação Matias Machline entre as instituições com melhores resultados no Amazonas, contribuindo também para a formação humana de seus alunos.

O aluno João Pedro, 18 anos, destaca o papel da FMM em sua aprovação no curso de Medicina da Ufam. “Um ensino de qualidade e a introdução a um olhar desafiador são os diferenciais da Fundação, que me ajudou a crescer em diversas áreas e a alcançar minha aprovação no curso que eu queria”, ressalta João.

Edir Neto, aprovado em três exames, sendo 1º colocado no curso de Ciências Contábeis da Ufam, reconhece a importância que a Fundação Matias Machline tem na sua vida. “A Fundação me proporcionou muitos momentos memoráveis, além de um método de ensino completo, onde tanto a estrutura como os professores foram fundamentais no meu crescimento”, conta o estudante de 18 anos.

Edir ainda ressalta a sensação de ser aprovado em três vestibulares, “Minha aprovação foi 100% por causa da Fundação onde não precisei de cursinho ou outro tipo de ajuda, o que é muito bom nos dias de hoje”, diz.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •