Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) usou as redes sociais para fazer críticas ao governo Bolsonaro. Mas acabou recebendo uma resposta inusitada de um dos membros do alto escalão do governo: ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da presidência, o general Augusto Heleno pediu que FHC se calasse.

“Por que no te callas”, escreveu o general Augusto Heleno, em resposta ao tuíte publicado no último sábado (5) por Fernando Henrique Cardoso.

No post, o ex-presidente critica a violência, a liberação do porte de armas e as denúncias de censura na área de cultura que têm sido registradas no governo Bolsonaro. No meio das articulações de uma candidatura de centro que se apresente como uma alternativa à reeleição de Bolsonaro em 2022, possivelmente em torno de nomes como Luciano Huck, FHC ainda convoca a população a protestar contra essas medidas.

“Sem reação as democracias morrem. Há liberdade para protestar. Usemo-la”, escreveu Fernando Henrique Cardoso, que ainda não respondeu o general Heleno. Veja a íntegra do tuíte:


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •