Helder Barbalho (MDB), governador do Pará
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou através das redes sociais que o estado conseguiu o bloquei de bens dos sócios da empresa que vendeu respiradores com defeito para o sistema de saúde estadual.

“Pessoal, aqui não! Acabamos de conseguir uma decisão judicial bloqueando os bens dos sócios que venderam os respiradores para o nosso Estado. Além do bloqueio, também a retenção dos passaportes para que eles não possam sair do Brasil”, declarou Barbalho.

“Só tem dois caminhos: ou estregam os respiradores funcionando, ou irão ter que ressarcir o estado pelo prejuízo causado. Se lesarem o estado vão sofrer as devidas repreensões judiciais”, disse ainda.

Na decisão judicial divulgada pelo governador, aparecem os nomes dos sócios da empresa SKN do Brasil Importação e Exportação De Eletroeletrônicos: Marcia Velloso Nogueira, Felipe Nabuco dos Santos, André Felipe de Oliveira da Silva, Antonio da Silva Alves, Eugenio Nabuco dos Santos Filho e Alex Nabuco dos Santos.

A Justiça do Pará determinou o bloqueio de R$ 25 mil dos ativos financeiros da empresa e dos sócios e a suspensão dos passaportes dos listados.

O governo acusa a empresa de entregar 152 respiradores com defeito – usados no tratamento de pacientes com Covid-19. A Polícia Federal ainda investiga se houve superfaturamento na compra dos aparelhos. O Pará pagou R$ 126 mil por respirador, enquanto outros estados compraram por menos de R$ 60 mil. (Revista Fórum)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •