Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – Grêmio e Palmeiras irão reviver os grandes embates que tiveram na história, tanto pela Copa do Brasil, quanto Campeonato Brasileiro e, claro, a Copa Libertadores. Nesta terça-feira, o tricolor gaúcho recebe o atual campeão brasileiro para o jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores, às 21h30 (de Brasília). O jogo de volta acontece no dia 27, no mesmo horário, no Pacaembu.

As equipes estiveram juntas no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro, e acabaram empatando por 1 a 1. Dudu fez os gols dos palmeirenses, enquanto David Braz deixou tudo igual – vale lembrar que as duas equipes contavam com jogadores reservas. Para esse confronto, no entanto, Felipão terá importantes “retornos”.

Três atletas podem voltar ao time, casos de Diogo Barbosa, Felipe Melo e Zé Rafael, que estavam suspensos no final de semana. Além deles, Felipão deve colocar para trabalhar outros jogadores poupados do final de semana: Luan, Bruno Henrique, Gustavo Scarpa, Willian Bigode e Luiz Adriano. Marcos Rocha volta à lateral, ainda mais após a lesão de Mayke.

Do outro lado, o técnico Renato Portaluppi vai manter a mesma formação que derrotou na semana passada o Athletico-PR por 2 a 0 pela partida de ida da semifinal da Copa do Brasil. O único desfalque será o lateral-direito Léo Moura que sentiu um desconforto na coxa esquerda.

Everton e André estão confirmados no ataque e com a missão de marcar os gols dos mandantes. Fora de campo, os dirigentes gremistas projetam a presença de mais de 45 mil torcedores.

Falando de história, pela Copa do Brasil, os gaúchos levam vantagem porque venceram três confrontos contra dois do Palmeiras. Já pelo Brasileirão, em seis duelos entre as duas equipes, o Tricolor Gaúcho e os paulistas avançaram três vezes cada um à próxima fase (quando era em esquema de mata-mata). Na Libertadores, houve apenas um encontro entre Grêmio e Palmeiras que ocorreu em 1995.

Em 26 de julho, a equipe gremista goleou o Verdão por 5 a 0, no Olímpico. Por fim, no dia 2 de agosto foi a vez do time do Palestra vencer por 5 a 1, mas os comandados de Luiz Felipe Scolari, os gremistas, na época, foram para a semifinal pelo saldo qualificado.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •