Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais civis da Força Especial de Resgate e Assalto (FERA) cumpriram na manhã desta segunda-feira no Centro de Treinamento do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas, 15 mandados de prisões temporários expedidos pela Justiça, sete deles contra examinadores do Detran-Am e outros contra instrutores de autoescola.

De acordo com a polícia, 12 mandados de prisões temporárias foram cumpridos, mas três deixaram de ser presos por estarem foragidos. Todos os acusados de integrarem a quadriha, estão sendo ouvidos na Secretaria de Segurança Pública.

A operação da Polícia Civil é um desdobramento de uma ação de outubro do ano passado foi desbaratado uma quadrilha que agia burlando o sistema do Detran e emitindo carteiras de habilitação de forma fraudulenta que foram apreendidas no Amazonas.

A quadrilha era composta por funcionários do órgão (Detran) e instrutores de autoescola burlava o resultado do exame no próprio sistema do Detran. Na investigação a polícia descobriu que até alunos que não compareceram ao exame de direção conseguiam a Carteira Nacional de Habilitação.

Nome dos envolvidos

Margareth de souza – examinadora

Ana Célia dos Santos Ramos – examinadora

Soliane Cardoso de Carvalho – examinadora

Guilherme Hugo Neto – examinador

Carlos Rodrigues de Andrade – faz parte do Detran

Francisco Jaqueline Vieira – instrutor

Armando Lima do Canto – examinador

Cristiano Barroso Alburquerque – instrutor

Marcos Aurélio Paulo dos Santos – instrutor

Jair de Matos Sampaio – examinador

Juarez de Esteves Silvestre – examinador

Patrício de Medeiros Pereira estagiário.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •