Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O vice-presidente general Hamilton Mourão afirmou na terça-feira (14), durante entrevista à GloboNews, que o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, deve ser demitido da pasta em breve.

“O Pazuello é interino, está há dois meses nesse cargo. Tudo indica que, em um momento próximo, o presidente vai substituí-lo”, disse Mourão.

Sob pressão de não ter um titular na Saúde em meio a uma pandemia que já matou mais de 70 mil pessoas, o presidente Jair Bolsonaro já avalia substitutos para o cargo.

Segundo reportagem de Jussara Soares e Fausto Macedo, do Estado de S.Paulo, o ex-capitão deve escolher um substituto para Pazuello assim que terminar seu período de quarentena por também ter sido infectado pelo coronavírus.

Ainda de acordo com o jornal, auxiliares e interlocutores da Presidência estimam que um novo ministro seja anunciado até meados de agosto.

A confirmação de que haverá uma substituição do ministro da Saúde ocorre durante embate entre as Forças Armadas e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

O ministro afirmou que o Exército estava se associando a um “genocídio” durante a pandemia, em referência às mortes causadas pela Covid-19. A crítica teve como alvo os 20 militares que ocupam cargos na Saúde, mesmo sem experiência na área.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •