Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na tarde deste domingo (6), o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, o comandante geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel David Brandão, e o delegado-geral da Polícia Civil, Frederico Mendes, sobrevoaram as principais zonas de votação de Manaus, para acompanhar as ações do Plano Tático Integrado de Segurança de Segurança, durante a realização das eleições suplementares. O sobrevoo foi feito com o helicóptero do Sistema de Segurança Pública do Amazonas.

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, desde as primeiras horas desse domingo (6), todos os órgãos do Sistema de Segurança Pública estão atuando para resguardar o trabalho do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM). “Estamos com várias equipes desde as 2h de hoje, para atender de prontidão às demandas encaminhadas pelo TRE-AM”, disse.

O Plano tem como objetivo coibir crimes eleitorais e manter a segurança e a ordem nos locais de votação em todo o Estado. O Plano é validado pelo TRE-AM, sendo coordenado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e aplicado em Manaus e nos demais 61 municípios do Estado, contemplando ainda, ações para inibir propaganda eleitoral irregular, compra de votos, segurança de urnas e dos eleitores.

Nessas eleições estão sendo utilizadas 284 câmeras para o monitoramento do pleito eleitoral, sendo 272 delas em Manaus e mais 12 em Presidente Figueiredo, tudo coordenado no Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC-AM). Além de mais 48, de órgãos federais e municipais e de iniciativa privada. Nos demais municípios, o CICC atuará com o modelo de Célula Integrada de Coordenação Operacional (Cicop), que contará com representantes das Polícias Civil e Militar e do TRE-AM.

Entre os órgãos que atuam nessas eleições, estão a SSP-AM, as Polícias Civil e Militar do Amazonas, Corpo de Bombeiros do Amazonas, Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), a Polícia Federal, Exército Brasileiro, Marinha do Brasil e Força Aérea Brasileira, Manaustrans, Conselhos Tutelares e demais órgãos estaduais e municipais.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •