A família estava desaparecida há semanas; o crime aconteceu em casa de Celebration, uma comunidade experimental idealizada pela empresa
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um fisioterapeuta admitiu ter matado mulher, três filhos pequenos e um cachorro na casa em que moravam em Celebration, uma comunidade experimental da Flórida idealizada pela Disney e localizada nas proximidades do parque temático, informaram as autoridades na quarta-feira (15/01/2020).

O xerife do condado de Osceola, Russ Gibson, disse em entrevista coletiva que Anthony Todt enfrenta acusações de homicídio pela morte de sua mulher, Megan, e de seus três filhos, com idades entre 4 e 13 anos.

“Lamentamos junto com a família e os amigos das vítimas”, disse Gibson. “Não consigo entender o que levaria uma pessoa a cometer atos tão maus e horrendos.” Os corpos foram descobertos na segunda-feira (13/01/2020), em uma casa alugada. O crime chocou e intrigou moradores do subúrbio.

Gibson não informou como a mulher e os filhos morreram, afirmando que esperaria até o médico legista divulgar os resultados. Ele disse que as vítimas provavelmente foram assassinadas no fim de dezembro.

Todt atuava como fisioterapeuta em Connecticut, para onde viajava durante a semana de trabalho, retornando à Flórida para ficar com sua família nos fins de semana, disse o xerife.

Parentes das vítimas haviam pedido que a polícia checasse se tudo estava bem na casa no fim de dezembro. Agentes federais pediram aos investigadores que entrassem em contato com Todt. Por duas vezes, os oficiais foram à casa, mas não viram nada fora do lugar, disse Gibson.

“Não notamos nada suspeito”, disse o xerife. O xerife não indicou um motivo para o assassinato e também não deu detalhes sobre a razão de Todt estar sendo investigado pelos agentes federais.

Possível motivação

Os Todt haviam se mudado de Colchester, Connecticut, para a cidade na Flórida há dois anos. Anthony administra duas empresas de fisioterapia em Connecticut. O estado, no entanto, afirma que as credenciais de fisioterapia do assassino expiraram em 9 de setembro de 2019, e não foram renovadas.

De acordo com a página da empresa, Family Physical Therapy, Megan Todt, esposa de Anthony, era instrutora de fisioterapia nos negócios da família. Eles deviam aproximadamente US$ 100 mil a credores e investidores.

Outros documentos judiciais mostram que o casal recebeu um aviso de despejo em 22 de dezembro de 2019. eles deviam um total de US$ 6.300 em aluguel. (Com informações de Metrópoles e Jornal de Brasília)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •