Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um homem de 53 anos e sua amante de 60 foram presos, na última quinta-feira (6/8), em Belo Horizonte, após matarem outra companheira do sujeito. De acordo com informações do Portal iG, o crime aconteceu em 6 de setembro de 2019 e segue sendo investigado pela Polícia Civil.

Além da amante que morreu e a que foi presa, o homem era casado e mantinha outros três relacionamentos extraconjugais. As investigações apontam que a vítima e o investigado trabalhavam no mesmo hospital e ela queria se mudar para a casa do suspeito.

Por ser contrário à mudança, e estar incomodado com a situação, o sujeito “quis eliminar o problema”. Ele e a outra amante, com quem tinha um caso há dez anos, atraíram a vítima até a casa do homem, onde ela teve os pés e as mãos amarradas, foi espancada e asfixiada.

Segundo a polícia, o corpo da vítima foi deixado na porta da casa do suspeito. Ele trabalhava em um “álibi” na hora do crime, e não estava em casa quando aconteceu. Quando chegou na residência, as autoridades questionaram se ele conhecia a mulher, mas ele negou.

A amante confessou a participação no assassinato e disse ter sido coagida a praticar o delito. O homem, por sua vez, não apresentou sua versão dos fatos. Como nenhum dos dois tinha antecedentes criminais, a prisão foi pedida de forma temporária.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •