Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na véspera do Dia dos Pais, um homem de 29 anos foi preso, no sábado (8/8), após assassinar a própria mulher, que estava grávida. O episódio aconteceu em Grajaú, zona sul de São Paulo.

Após o crime, o assassino teria ligado para o irmão e confessado detalhes do feminicídio. Essas informações, que constam no Boletim de Ocorrência, são da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP).

O homem teria relatado que estrangulou a esposa, cortou o pescoço dela com um espeto de carne e a golpeou na cabeça com uma barra de ferro. O crime aconteceu em frente ao filho do casal.

“A mulher estava grávida de seis meses e ele teria descoberto que o filho não era seu”, informou a Secretaria de Segurança Pública, em nota enviada ao Metrópoles.

O homem foi preso e, com ele, os policiais apreenderam pouco mais de R$ 2,1 mil. O caso foi registrado como feminicídio e aborto provocado por terceiro sem consentimento da gestante no 101º DP (Jardim das Imbuias). (Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •