Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um homem morreu na noite de quarta-feira (30/10), no Rio de Janeiro (RJ), quatro dias após ter sido atacado pela ex-namorada. Luan Henrique, de 27 anos, ficou com 40% do corpo carbonizado. Ele estava internado em estado grave no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. As informações são do jornal O Dia.

O episódio ocorreu no último sábado (26/10), em Rio das Pedras, na zona oeste do Rio de Janeiro. O pai da vítima, Ednaldo Dantas, afirmou que momentos antes do crime, Alessandra M. Silva chamou o ex-namorado para conversar. Em seguida, durante uma briga, ela jogou álcool e colocou fogo em Luan.

“Meu filho veio a óbito agora, às 18h. Não resistiu aos ferimentos por conta de queimaduras muito graves que essa marginal cometeu contra ele. Ela agora tem que pagar pelo que fez”, afirmou Ednaldo nessa quarta-feira em rede social. “É a dor de um pai que tá sofrendo por ter perdido um filho tão jovem”, completou.

Segundo Ednaldo, o filho se relacionou com Alessandra por quase um ano, mas estavam há quatro meses separados. Recentemente, Luan estaria em um relacionamento com outra pessoa. O pai afirmou que a mulher foi presa na manhã desta quinta. O Metrópoles tentou confirmar com a Polícia Civil do Rio, mas não obteve retorno até o momento.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •