Foto: Rafaela Felicciano
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O manifestante que jogou tinta vermelha no Palácio do Planalto nesta segunda-feira (08/06) será indiciado por dano ao patrimônio público federal e dano ao patrimônio tombado. Ele presta depoimento à Polícia Federal (PF) acompanhado de um defensor público. As informações são de Metrópoles.

Segundo informações da PF, o homem tem 29 anos e é morador de Goiânia (GO). O nome dele não foi revelado, bem como detalhes do depoimento, ainda em curso até o fechamento desta matéria.

A Polícia Militar do informou que, por volta das 9h30 um veículo estacionou em frente ao Planalto e um homem desceu do veículo. Ele jogou a lata de tinta e fugiu logo em seguida, mas foi preso.

Pelo crime de dano ao patrimônio público federal ele pode pegar de 6 meses a 3 anos de prisão e por dano ao patrimônio tombado, de 6 meses a 2 anos de prisão. Em ambos os casos, há multa.

Após a manifestação, em nota, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) classificou o ato como “vandalismo” e garantiu que serão adotadas “medidas legais cabíveis” contra o manifestante.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •