Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cartazes com conteúdo machista foram colocados em dois hotéis do centro de Belo Horizonte e geraram uma onda de críticas de mulheres. A Associação de Prostitutas de Minas Gerais (Aspromig) repudiou os cartazes, classificados como “machistas”, e pediu respeito às profissionais do sexo. Na sexta-feira (15/05), o Hotel 248 foi interditado.

O primeiro cartaz foi colocado em frente ao Hotel 114, na rua São Paulo, conhecido ponto de prostituição na cidade. Na imagem, é possível ver o desenho de uma mulher de pernas abertas, com os dizeres: “Higienize-se aqui”. Na parte da vagina, foi colocado um dispositivo que espirra álcool em gelNa imagem, é possível ver o desenho de uma mulher de pernas abertas por meio de um pedal. Além disso, uma frase embaixo orienta as pessoas a usar máscara que cubra a boca e o nariz.

Em outra imagem, com a ideia semelhante ao primeiro, é possível ver duas mãos juntas, fazendo alusão a uma vagina. Essa imagem foi tirada no Hotel 248, na rua Curitiba, com um design também similar ao primeiro. Os locais foram procurados para falar sobre o assunto, mas não atenderam aos nossos telefonemas. (Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •