Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir a Secretaria da Cultura, o ator Mário Frias publicou uma foto no Instagram na última sexta-feira (5) defendendo Abraham Weintraub. O ministro da Educação teve que depor na Polícia Federal sobre sua publicação racista contra os chineses.

O ator, que já aceitou o convite para assumir o cargo deixado por Regina Duarte, disse que o ministro é alvo de uma “guerra covarde” que o impede de “mudar a educação do nosso povo”.

“Todo o meu respeito e apoio ao ministro @abrahamweintraub homem correto e competente que está enfrentando uma guerra covarde cujo único objetivo é impedir que ele melhore a educação do nosso povo. Pois educação é LIBERDADE!”, escreveu Frias na rede social.

Weintraub havia tentando adiar seu depoimento no inquérito que apura suposto crime de racismo contra chineses. O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •