Pela postura em campo dos jogadores e pelas decisões de Eduardo Coudet, o Inter pareceu satisfeito em voltar da Colômbia com o empate
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

METRÓPOLES – Pouco agressivo, mas também sem correr riscos, o Internacional não saiu do 0 x 0 no jogo de ida da terceira fase preliminar da Copa Libertadores. Na quarta-feira (19/02/2020), o time segurou a igualdade com o Tolima, na Colômbia, e agora decidirá a sua classificação à etapa de grupos no Beira-Rio.

O cenário é parecido ao da série anterior do Inter na Libertadores. O time ficou no 0 x 0 com a Universidad de Chile no primeiro duelo, em Santiago, e depois venceu por 2 x 0 em Porto Alegre. Agora, na próxima quarta-feira precisará conquistar novo triunfo para entrar no Grupo E, que já conta com América de Cali, Grêmio e Universidad Católica.

Pela postura em campo dos jogadores e pelas decisões do técnico Eduardo Coudet, o Inter pareceu satisfeito em voltar da Colômbia com o empate, mesmo encarando um adversário que pouco deu trabalho para a sua defesa. No ataque, a aposta na velocidade, com a escalação de Marcos Guilherme, não foi muito efetiva e ainda deixou o time sem criatividade.

Foi assim, o sétimo brasileiro a jogar em Ibagué com o Tolima e apenas o segundo a empatar – os outros cinco perderam para o time colombiano. Agora, então, o Inter confia em sua força no Beira-Rio para avançar na Libertadores.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •