© Abir SULTAN (Arquivo) O premier de Israel, Benjamin Netanyahu
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O premier de Israel, Benjamin Netanyahu, criticou na noite deste último sábado a rejeição do Conselho de Segurança da ONU a uma resolução promovida pelos EUA para prorrogar o embargo sobre a venda de armas ao Irã. Com informações de Estadão.

“A decisão do Conselho é escandalosa”, afirmou Netanyahu em comunicado, no qual lamentou que, “em vez de se opor à venda de armas, o Conselho de Segurança a incentiva. O terrorismo e as agressões do Irã ameaçam a paz na região e no mundo”, afirmou o líder conservador israelense, assinalando que Israel continuará “atuando em estreita colaboração com os Estados Unidos e os países da região para bloquear as agressões do Irã”.

O Conselho de Segurança da ONU rejeitou nesta sexta-feira uma resolução dos Estados Unidos para prorrogar o embargo sobre a venda de armas ao Irã, que vence em outubro.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •