Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Manaus sediou o Congresso Brasileiro de Enfermagem, de 11 a 14 deste mês, com debates em torno da crise da saúde no Brasil, denunciando o congelamento dos investimentos na área e questionando e cobrando a revogação da Emenda Constitucional no 95, do Teto de Gastos, que hoje está sendo a razão para o Governo Federal não investir mais na saúde, prejudicando toda a população. O assunto foi destaque do discurso do deputado federal José Ricardo (PT/AM), na tarde da terça-feira (19), lembrando que são mais de 2 milhões de profissionais da enfermagem trabalhando no país, sendo 46 mil somente no Amazonas.

“Profissionais que hoje enfrentam vários problemas, começando com os salários muito baixos, jornada de trabalho com sobrecargas, falta de estrutura e de equipamentos no ambiente de trabalho que garanta segurança e mais eficiência no trabalho e denúncia com relação à terceirização, com constantes atrasos salariais”, afirmou José Ricardo.

No Congresso, a categoria também defendeu o Sistema Único de Saúde (SUS), que, de acordo com o deputado, o atual Governo Federal está querendo destruir. “E aqui lembramos que por meio do SUS se tem atendimento a toda a população, não importando a questão financeira”, frisou ele, ressaltando que outra preocupação abordada no evento foi com relação à atenção básica, para o atendimento à população mais pobre, nas comunidades e periferias.

Os profissionais da enfermagem ainda saíram em defesa do piso salarial e da jornada de 30 horas semanais, uma pauta que está em tramitação no Congresso Nacional.

“Lutas que também têm o meu apoio e estão entre minhas cobranças. Quero deixar aqui um abraço a todos os que lutam pelos direitos desses profissionais, em particular, na pessoa do enfermeiro Esron, que é diretor da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e também presidente da Associação Brasileira de Enfermagem no Estado do Amazonas, e a todos que estão lutando para melhorar a saúde. Parabéns a todos os profissionais”.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •