Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O deputado estadual, José Ricardo Wendling (PT) esta cobrando do Governo do Estado informações sobre as obras da Ponte do Pêra, no município de Coari (a 336 km de Manaus), no valor de R$ 11 milhões, que já deveriam estar concluídas desde abril deste ano.

A construção da ponte, com recursos federais disponibilizados ao Amazonas, iniciou em outubro de 2013 e teria prazo para ser finalizada em 180 dias. “Mas, de lá pra cá, pouca coisa andou nessa obra. Agora, estamos no período da cheia e as águas invadiram a construção. Por isso, estamos pedindo informações sobre as razões desse atraso, quais as etapas já realizadas e o que já foi pago. Por hora, não há ponte definitiva e a população utiliza uma antiga e improvisada ponte de madeira”, relatou.

Essa é situação hoje da Ponte do Pêra, que Omar Aziz, prometeu construir

Pacote de obras lançado por Omar

Em maio do ano passado Omar Aziz (PSD), ainda governador à época esteve em Coari, acompanhado do hoje governador seu vice, José Melo (PROS) e outras autoridades quando falou de um pacote de obras entre elas a ponte do Pêra e a recuperação da estrada Coari-Itapeua e a interligação com a estrada Coari-Mamiá, obra que estavam em fase de execução.

Em seu discurso, Omar disse que a construção da ponte do Pêra iria resolver o problema de isolamento do bairro onde moram cerca de três mil famílias, segundo estimativas da Prefeitura. Localizado na zona leste de Coari, o bairro fica em uma ilha rodeada pelo lago de Coari e o acesso à zona urbana é feito por meio de barcos.

A nova ponte terá uma extensão de 231 quilômetros e está orçada em R$ 11 milhões. Com a obra, a prefeitura promete dar seguimento ao projeto de um novo porto de transbordo a ser instalado no bairro.

“Lançamos essas obras importantes para Coari. São ações que vão gerar empregos e desenvolver a cidade. Com a pedra fundamental do Ceti e da ponte do bairro do Pêra, iniciamos as obras e espero voltar no final do ano para inaugurá-las. São anúncios importantes que vão melhorar a qualidade de vida das pessoas”, disse o a época governador Omar Aziz.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •