Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em seu primeiro discurso do ano na tribuna da Câmara Federal, o deputado José Ricardo (PT/AM) registrou seu apoio à greve dos petroleiros em todo o Brasil e, em particular, no Estado do Amazonas. Lembrou que na segunda-feira (3) esteve na Refinaria de Manaus (Remam), dando apoio ao Sindicato e a todos os trabalhadores que estão defendendo não somente a empresa, que é do país, mas também os empregos e o não cumprimento de acordos coletivos, preocupados já com as demissões em massa, por conta do processo de privatização.

“Também estavam defendendo a soberania do Brasil e o direito da exploração das riquezas nacionais. Portanto, nosso apoio e nossa solidariedade aos petroleiros e aos trabalhadores, que lutam contra esse Governo Federal que está retirando direitos”, declarou ele, ressaltando que a greve é uma forma legítima de demonstrar que não se compactua com os retrocessos, portanto, que o momento é de unidade da classe trabalhadora.

No último sábado (1°/2), cerca de sete mil trabalhadores das refinarias e fábricas em dez estados do país deram início à greve nacional por tempo indeterminado.  No Amazonas, a categoria iniciou o ato já na sexta-feira, dando continuidade nesta segunda com um grande ato em frente à Refinaria de Manaus. Eles também lutam contra os aumentos dos preços dos combustíveis, que se deram em decorrência da mudança na política de reajustes da Petrobras, imposta pelo Governo Federal, que atrelou o valor dos derivados de petróleo à variação cambial do dólar e do barril de petróleo no mercado internacional. E não somente pelo reajuste de impostos estaduais, como o presidente Bolsonaro está afirmando.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •