Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito Arthur Virgílio Neto, o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto e o de Educação, Humberto Michiles, pagaram “pino” na manhã desta quinta-feira na cerimônia de encerramento do Programa FIFA 11 pela Saúde. O chefe do executivo tinha anunciado que o evento iria contar com a presença do presidente da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Joseph Blatter, mas ele não apareceu.

Fontes informaram que Blatter, depois da partida Honduras e Suíça, deixou a capital amazonense, ontem à noite sem se quer dar uma satisfação as autoridades se participaria do evento da manhã desta quinta-feira, em total desrespeito com a cidade de Manaus, pois não era obrigado a estar na solenidade, mas lhe cabia a obrigação de ter o mínimo de civilidade, educação com o povo do Amazonas e avisar que não poderia ou não tinha interesse em participar da solenidade na Arena da Amazônia.

Arthur Neto, chegou cedo a Arena da Amazônia para o evento e sem saber que Joseph Blatter, não estava mais em Manaus, ficou aguardando a chegada do presidente da Fifa.

O prefeito, os secretários e os mais de 400 estudantes das 11 escolas municipais selecionadas para participação no programa, só foram informados de que Blatter, não estava mais em Manaus quando já estavam dentro da Arena da Amazônia para o evento.

Programa

No Brasil, o FIFA 11 pela Saúde é resultado de uma parceria da FIFA com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e os Ministérios do Esporte, da Educação e da Saúde, implantado em todas as 12 cidades que são sedes da Copa do Mundo de 2014. A ideia é propor a atividade física e promover hábitos saudáveis entre as crianças e adolescentes, a fim de prevenir ou minimizar fatores de risco de doenças. O programa é destinado a alunos de escolas públicas da educação básica, na faixa-etária de 12 e 13 anos, sendo meninos e meninas.

Em Manaus, foram selecionadas as escolas municipais: Profª. Maria Lira Pereira, Tereza Rosa Aguiar Abtibol, Ana Mota Braga, Vicente de Paula, Senador Fábio P. L. Bittencourt, Joaquim Gonzaga Pinheiro, Nilton Lins, Jorge Rezende Sobrinho, Madre Tereza de Calcutá, Profº Álvaro César de Carvalho e Maria Leide Amorim.

O encerramento do programa ocorre um dia depois da última partida no estádio de Manaus entre Suíça e Honduras. “É fantástico unir esporte, educação e saúde. As três coisas se completam e nós não poderíamos estar fora. Será a complementação de um ciclo importante, depois de um longo trabalho durante esta Copa do Mundo”, afirmou Homero de Miranda Leão Neto.

Metodologia

O FIFA 11 pela Saúde foi apresentado em Manaus no mês de fevereiro e em cada uma das escolas foram realizadas 11 sessões de 90 minutos, no período de maio a junho, cada sessão com dois tempos distintos de 45 minutos, como em uma partida de futebol. No primeiro tempo, chamado de “Jogue Futebol”, habilidades específicas do esporte foram ensinadas às crianças. A segunda etapa, batizada de “Jogue Limpo”, o foco foi o repasse aos alunos de orientações sobre temas como: “Respeite meninas e mulheres”, “Proteja-se contra o HIV e DST”, Siga uma dieta balanceada” e “Lave suas mãos”. Essas orientações foram repassadas de forma lúdica, por meio de mensagens, exercícios físicos e perguntas sobre o dia a dia dos alunos.

Todas as sessões foram executadas por educadores físicos que prestam serviços nas escolas participantes do programa e que foram capacitados durante curso realizado no período de 10 a 14 de fevereiro deste ano, em Brasília-DF.

Além das atividades realizadas na escola, os alunos ainda receberam tarefas para serem executadas em suas residências e/ou na comunidade, junto aos familiares e vizinhos para a


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •