Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Josué Neto participou nesta quarta-feira (21), da solenidade dos 50 anos da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama) e lançamento de novos investimentos que levarão água tratada, além da ampliação da rede de serviços para a população do interior do Estado. O evento aconteceu na Sede do Governo, localizado na avenida Brasil, no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus.

“Quando a gente fala de água, assim como o oxigênio, que são as duas substâncias mais importantes para a vida, e quando a Cosama que foi desmontada volta depois de 19 anos a receber investimentos, ou seja, volta a investir na geração das crianças e no futuro, nós ficamos com aquele sentimento de dever cumprido. O governador Wilson Lima tem mostrado sensibilidade com o povo e esse é um momento histórico para o Amazonas”, afirma Josué Neto.

Ainda de acordo com o parlamentar, o povo depende muito da qualidade da água da Cosama no Estado. “A água quando não é tratada mexe com a saúde das crianças, causando verminoses e hepatites, quando ela recebe um tratamento de forma errada como o caso de Nova Olinda do Norte com grande quantidade de flúor e cloro causa doenças como o câncer. E, isso sem dúvida nenhuma é a essência de espírito público do governador, parabéns ao senhor, ao Armando do Valle (presidente da Cosama) pela iniciativa e trabalho desenvolvido no Estado”, disse.

Compromisso da Funasa

O deputado Josué Neto relembrou que no mês de outubro, o presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Ronaldo Nogueira, esteve em Manaus e anunciou um investimento do Governo Federal que nunca chegou em toda a história do Amazonas na área de saneamento básico. “Naquele dia falei tinha que ser com o Wilson, pois a bola procura o craque e as boas energias procuram pessoas que emanam essa boa vibração. Aconteceu esse encaixe histórico do Governo Federal em investir no Amazonas”, destaca o presidente da Aleam, que também buscou soluções, em abril, quando esteve em Brasília durante um compromisso com Ronaldo Nogueira com objetivo de resolver os problemas dos aterros sanitários do Estado e tirar o Amazonas dos níveis de saneamento que assemelham-se ao de países de extrema pobreza.

Investimentos

Segundo o presidente da Cosama, Armando Valle, serão investidos os aportes de R$ 9,3 milhões, destinados ao novo programa “Cosama na Comunidade”, para aquisição de 400 Sistemas Revolucionários com Tecnologia Inteligente de Tratamento de Água, chamado Yguatú, que serão instalados no interior do Amazonas, beneficiando 220 mil pessoas, que passarão a ter água tratada diariamente, promovendo avanço na qualidade de vida de mais de 40 mil famílias. “Estamos reconstruindo a companhia, o desafio é grande, pois a prioridade não é só água, mas esgotamento e lixões no interior do Estado, mas temos o apoio do deputado Josué Neto e da Funasa”, frisou o presidente da Cosama.

Valle também informou que R$ 1,3 milhão, desta verba será investido para ampliar, em sete mil metros, a rede de abastecimento de água de Nova Olinda do Norte. O investimento já havia sido anunciado pelo governador Wilson Lima no início de outubro. O presidente da Cosama também falou que o Yguatú é um sistema mais moderno e de menor custo que o Salta-Z, que já vem sendo instalado pelo Governo no interior, me parceria com a Funasa.

Cooperação técnica

Na solenidade o governador Wilson Lima assinou o decreto que cria a comissão técnica para elaboração da Política Estadual de Saneamento Básico do Amazonas. Além disso, o Governo do Amazonas, por meio da Cosama, assinou o termo de cooperação técnica com a Funasa voltado para as ações no interior, além de formalizar o termo de concessão com a prefeitura de Nova Olinda do Norte, cujo abastecimento de água passou a ser atendido integralmente pela Cosama.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •