Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O programa Que História é Essa, Porchat?, apresentado pelo humorista Fábio Porchat na GNT, divulgou uma história bem bizarra e maluca no programa de terça-feira (25/8).

Rafael, um dos participantes do programa, contou que fez uma viagem para Londres aos 19 anos e conheceu um homem via site de relacionamento. Ele foi morar com o homem durante um mês, mas acabou voltando ao Brasil.

Um bom tempo depois, já em outro relacionamento, Rafael decidiu “stalkear” o rapaz. Até aí, tudo bem. Quem nunca, né?! Acontece que o rapaz descobriu que seu ex-namorado foi condenado a prisão perpétua por assassinar quatro jovens gays.

Rafael contou que ele tinha a mesma idade que os jovens mortos por Stephen Port, nome do ex-namorado, na época em que morou com ele. “A gente morou juntos em 2012 e o primeiro assassinato dele foi em 2014”, explicou o rapaz ao humorista.

“Ele tinha uma tara doentia de ter relações sexuais com pessoas desacordadas. Então ele drogava essas pessoas novas e abusava delas. Mas os assassinatos que ele cometeu foi por overdose, ele deu droga para a pessoa e plantava droga no bolso das pessoas para acreditar que eles tinham se drogado”, finalizou Rafael.

O caso

Segundo informações do portal Daily Record, Stephen Port, agora com 45 anos, drogou e estuprou quatro jovens gays e jogou seus corpos perto de sua casa em Barking, leste de Londres, entre 2014 e 2015.

Port procurava suas vítimas em sites de namoro. Ele foi condenado a prisão perpétua pelos assassinatos do estudante de moda Anthony Walgate, de 23 anos, Gabriel Kovari, de 22, o chef Daniel Whitworth, de 21, e Jack Taylor, de 25, motorista de caminhão empilhadeira de Dagenham. (Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •