Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os servidores da Justiça estadual no município de Anamã estão trabalhando em cima de marombas (tablados de madeira construídos acima dos pisos para protegerem pessoas, móveis e animais durante a cheia dos rios do Amazonas) para evitar a paralisação dos serviços judiciários na região.

O município, localizado a 161 quilômetros de Manaus, é um dos que vêm enfrentando muitas dificuldades por conta da enchente deste ano no Estado.

Segundo o juiz titular da Comarca, Celso Souza de Paula, a cidade está totalmente alagada, prestes a atingir a marca recorde de 2012.

“Só é possível andar de barco pela cidade. Não dá mais para andar a pé. Com a maromba, erguemos os materiais para continuar atendendo a população dentro dos cartórios”, disse o magistrado, ressaltando que no Fórum da Comarca de Anamã, os móveis, computadores e outros equipamentos estão sobre as marombas.

LIBERAÇÃO DA MADEIRA

Os tablados foram construídos na semana passada, após a Prefeitura Municipal liberar a madeira, mas alguns móveis chegaram a ser atingidos pela água.

REDE ELÉTRICA

Assim como o cartório eleitoral, que fica em outro prédio, a rede elétrica do Fórum de Anamã, localizado na Rua Álvaro Maia, s/nº, no Centro do município, ainda não foi atingida pela cheia. “Se chegar à rede de energia elétrica, como aconteceu em 2012, aí teremos problemas”, afirmou o juiz.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •