Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O juiz amazonense Vallisney de Souza Oliveira, natural de Benjamin Constant, atualmente está na 10ª Vara Federal do Distrito Federal e receberá a Medalha de Ouro Cidade de Manaus, concedida pela Câmara Municipal de Manaus (CMM). A autoria do pedido da honraria é do vereador Chico Preto.

O Projeto de Decreto Legislativo começou a tramitar nesta quarta-feira (7), na casa legislativa e terá que ser aprovado no plenário da CMM para só então ser marcada a data da concessão do título.

Vallisney já foi promotor de justiça do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) e é juiz federal desde 2002. Conhecido dos noticiários, especialmente em ações contra o ex-presidente Lula, o juiz também teve participação no recente caso dos hackers presos pela Polícia Federal, acusados de terem invadido os celulares de Sergio Moro e Deltan Dallagnol.

“O juiz Vallisney tem uma bela carreira e os serviços prestado ao Amazonas, quando foi promotor de justiça, e ao Brasil como juiz federal, sobretudo no combate à corrupção na figura de coordenador da operação Zelotes, lhe faz digno de receber a medalha”, disse o vereador.

Operação Zelotes

A Operação Zelotes foi deflagrada pela Polícia Federal em 2015 a fim de investigar um esquema de corrupção no Conselho de Administração de Recursos Fiscais (CARF), órgão colegiado do Ministério da Fazenda, responsável por julgar os recursos administrativos de autuações contra empresas e pessoas físicas por sonegação fiscal e previdenciária.

Investigam-se ao menos 70 empresas e também o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Conforme relatórios de investigações da Polícia Federal, alguns conselheiros suspendiam julgamentos e alteravam votos em favor de determinadas empresas, em troca de pagamentos.

O prejuízo aos cofres públicos apurado em todos os processos investigados pela Zelotes chega a R$ 19 bilhões, próximo ao valor envolvido na Operação Lava Jato (estimado em R$ 20 bilhões.)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •