Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Após a repercussão sobre “a fortuna” deixada pela ex-primeira-dama Marisa Letícia, o juiz Carlos Henrique André Lisbôa, da 1ª Vara da Família e das Sucessões de São Bernardo do Campo, voltou atrás e reconheceu que o valor do inventário da mulher falecida do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estava errado.

Inicialmente apontada como R$ 256 milhões, a quantia real do inventário é de R$ 26 mil.

“O inventariante se manifestou por meio da petição de fls. 573/576 e juntou o extrato de fls. 577/584. Restou demonstrado que o investimento que a falecida possuía no Banco Bradesco tem saldo líquido de R$ 26.282,74 (fls. 578) e que ele não é regulamentado pelos contratos acostados a fs. 394/427 e 428/468”, escreveu o magistrado no documento.

Segundo Lisbôa, agora, “a questão está devidamente esclarecida”. Ele também afirma que a onda de notícias falsas produzidas depois da divulgação do valor errado podem ser tratadas, “caso haja interesse, em ação própria”. As informações são de Metrópoles.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •