Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Crianças, jovens e adultos de vários segmentos compareceram à Biblioteca Pública Municipal João Bosco Pantoja Evangelista, no Largo São Sebastião, Centro, na tarde desta quinta-feira (13) para prestigiar o lançamento do projeto Hileia, que está difundindo a temática amazônica internacionalmente por meio dos quadrinhos.

O projeto foi desenvolvido em conjunto por sete artistas amazonenses. Os trabalhos são produzidos pelos grupos Vortex Studio Art e Strategos Gestão Cultural, com apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Participaram do evento o roteirista e produtor das obras, Evaldo Vasconcelos, osilustradores Cristoffer Ferreira, Luiz Bárbaro Neto e Al Ramon, o arte-finalista Jahn Santos, colorinista Rafael Rodrigues e a designer Sarah Farias, respectivamente. Na oportunidade, os profissionais falaram sobre a produção das revistas ‘Maramunhã’, ‘No País das amazonas’ e ‘Manaus, um guia essencial’.Cada obra faz referência a um tema e tem estilo gráfico distinto.

‘Maramunhã’,que traz história sobre a fauna amazônica deve ser publicada entre março e junho deste ano, com distribuição para o todo Brasil. “As produções dos quadrinhos de modo geral são muito abrangentes atendem desde as escolas às indústrias, disseminando informações didáticas, publicitárias e diversão também”, explica o produtor Evaldo Vasconcelos. A obra está disponível inicialmente apenas sob encomenda, no site http://catarse.me/pt/maramunha.

O gerente de lanchonete Dante Saboia, que também administra o blog‘Conquistando Multiversos’, onde expõe entrevistas, divulgação de eventos entre outros assuntos da área, já conhecia as obras de Evaldo Vasconcelos e fez questão de conferir o lançamento da exposição.“Acho a iniciativa do Evaldo muito interessante e é bom saber que ele está conseguindo espaço para mostrar essa arte. Também acho importante o apoio da Prefeitura para esta ideia”disse.

O estudante do Ensino Fundamental João Paulo Machado participou da exposição e da oficina de quadrinhos do projeto Hileia para aprender mais sobre a arte.“Meus pais desenhame eu também gosto, mas tenho dificuldade de ampliar os animais e objetos que desenho, quero entender como faz isso”, contou.

A exposição, bem como as oficinas e palestras sobre como utilizar os quadrinhos nas escolas e empresas poderão ser conferidas na Biblioteca Pública Municipal até o dia20de março, das13hàs17h.

PROGRAMAÇÃO DAS OFICINAS

14/03 – Palestra sobre a história dos quadrinhos

17/03 – Oficina de roteiro

18/03 – Utilização dos quadrinhos como material paradidático

19/03 – Quadrinhos em aulas de artes

20/03 – Quadrinhos em aulas de História


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •