Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em pouco mais de três meses de atendimento, mais de 4 mil pessoas já buscaram a Agência de Fomento do Estado do Amazonas S.A. (Afeam), somente em Manaus, para obter financiamento pelo Programa de Microcrédito da Afeam, o Banco do Povo. O atendimento começou em fevereiro e até 19 de maio, 4.395 pessoas haviam assistido a palestra de orientação sobre o microcrédito.

A palestra é o primeiro passo a ser dado por quem necessita de um financiamento, de até R$ 15 mil, para ampliar o negócio existente ou mesmo iniciar um novo empreendimento. O agendamento da palestra é feito exclusivamente pelo site da AFEAM, no endereço www.afeam.am.gov.br, sempre às segundas e quartas-feiras, a partir das 19h.

Na sede da Afeam, localizada na Avenida Constantino Nery, nº 5.733, bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus, próximo à Rodoviária de Manaus, ao lado do Corpo de Bombeiros, as palestras são realizadas diariamente, com 100 vagas por dia. No ato da reserva, o sistema informatizado de atendimento define o dia em que o microempreendedor terá que comparecer à Afeam.

Após a palestra, o interessado é encaminhado ao curso Gestão de Negócios do parceiro Sebrae. Em seguida é preciso agendar, também pelo site, a entrega da documentação. O empreendedor é visitado por um técnico, para que o processo seja concluído e a Afeam analise a solicitação do recurso.

Segundo o Setor de Atendimento da Afeam, a maioria dos empreendedores que buscam os recursos do Banco do Povo é formada por mulheres, jovens com idade aproximada entre 20 e 35 anos e com o interesse em ampliar os negócios no comércio ou mesmo criar uma nova empresa nesse setor econômico. Para o atual momento de crise econômica, o próprio negócio é alternativa ao desemprego.

Interior do Estado

No interior do Amazonas, o atendimento é feito pelos postos fixos da Afeam e por calhas de rio. Neste ano, desde fevereiro, a Agência de Fomento já financiou pouco mais de mil empreendedores em 24 municípios, distribuídos em três calhas de rio. Juntas, as atividades atendidas pela linha de microcrédito nessas regiões estão criando ou mantendo aproximadamente 3 mil ocupações, direta e indiretamente.

Além das ações itinerantes nas sedes municipais, nesse ano o Programa de Microcrédito da AFEAM Banco do Povo ampliou o número de zonas rurais com atendimento exclusivo. Foi assim, por exemplo, na Vila Rica de Caviana, em Manacapuru; em Novo Remanso e Vila do Engenho, em Itacoatiara; e em Mocambo, Caburi e Vila Amazônia, em Parintins. Além do orçamento destinado às sedes municipais, valor específico é garantido às comunidades rurais.

Calhas de rio – Neste mês de maio, os técnicos do Sebrae e Idam, os parceiros da Afeam no atendimento do Banco do Povo no interior, estão em Pauini, Boca do Acre, Lábrea, Tapauá, Canutama e Beruri, na Calha do Rio Purus. No próximo mês será a vez da Calha do Rio Madeira (Apuí, Humaitá, Novo Aripuanã, Borba, Nova Olinda do Norte, Manaquiri, Careiro Castanho, Autazes) mais o município de Rio Preto da Eva.

Em julho, conforme o cronograma de atendimento, que está disponível no site da AFEAM, o Programa de Microcrédito Banco do Povo chega à Calha do Solimões (Codajás, Coari, Anamã, Anori, Caapiranga, Iranduba, Careiro da Várzea) e a Novo Airão. Em agosto, a última calha: Baixo e Médio Amazonas – Maués, Boa Vista do Ramos, Urucurituba, Silves, Itapiranga, São Sebastião do Uatumã, Urucará, Barreirinha, Nhamundá.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •