Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Prefeitura de Manaus cadastrou, ontem o total de 489 famílias no bairro de São Jorge, Zona Oeste da capital. O cadastramento foi realizado por equipes da Defesa Civil de Manaus e da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) e vai continuar nos próximos dias.

No total, 50 técnicos percorreram a orla do bairro. As famílias cadastradas receberão o aluguel social, por um período de dois meses, de acordo com a necessidade, além de benefícios como cesta básica, água potável e colchão.

Técnico da Defesa Civil de Manaus, Antônio Vieira explicou que todas as famílias que já foram afetadas ou poderão ter prejuízos com a subida do rio estão sendo cadastradas. "Estamos utilizando como base a cota máxima divulgada pelo CPRM (Serviço Geológico do Brasil) de 29,49m. Todas as famílias cujas casas podem ser afetadas pela cheia serão atendidas".

A ação será realizada em 13 bairros da capital. A estimativa é de que cerca de três mil famílias sejam cadastradas. Nesta quarta-feira, 28, as equipes devem percorrer o bairro de Educandos, zona Sul.

A atuação nas áreas atingidas pela cheia começou com o mapeamento e construção de mais de três mil metros de pontes, cujo trabalho está sendo finalizado pela Defesa Civil de Manaus.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •