Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em entrevista para a coluna da jornalista Sônia Racy, a atriz Maitê Proença defendeu sua amiga e colega de profissão Regina Duarte, recentemente nomeada para substituir Roberto Alvim na Secretaria da Cultura, depois que o diretor teatral foi exonerado, devido ao vídeo com frases e símbolos nazistas.

Segundo Maitê, o mais importante é que o mundo da cultura tenha respeito e paciência com a nova secretária: “Regina não é perversa nem cínica, nem nazista. Dentro do cenário que vivemos, ela é a melhor das possibilidades”.

A colega também disse que Duarte “trabalha desde a adolescência e conhece muita gente no meio. Ela tem admiradores de todas as ideologias”.

Vale lembrar que Maitê Proença também chegou a ser convidada por Jair Bolsonaro para assumir um cargo em seu governo. Foi em novembro de 2018, quando foi sondada para o Ministério do Meio Ambiente, mas acabou recusando, e abrindo caminho para a nomeação de Ricardo Salles. (Revista Fórum)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •