Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na tarde da segunda-feira (20), atendendo ao convite do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-11), o presidente da Comissão de Promoção e Defesa das Crianças, Adolescentes e Jovens da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Álvaro Campelo (Progressistas), reuniu-se com a Desembargadora Joicilene Portela, para tratar da realização do 1° Seminário Internacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, previsto para acontecer,nos dias 14 e 15 de maio, na capital amazonense. O evento reunirá conselheiros tutelares, assistentes sociais, psicólogos e autoridades envolvidos na temática.

De acordo com a Desembargadora, em 2020 o Plano Nacional de Enfrentamento a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes completa 20 anos de criação e o encontro servirá de reflexão e avaliação. “É de extrema importância o envolvimento e debate sobre um assunto tão relevante, que inclusive já vem sendo trabalhado dentro da estrutura do Poder Judiciário, através do Programa de Combate ao Trabalho Infantil, em defesa dessas crianças e adolescentes. Então, esse será um momento de reflexão aos profissionais envolvidos e sociedade para, juntos, buscarmos o enfrentamento dessa questão que é bastante séria em nossa região, além de avaliarmos as conquistas até aqui, e os novos desafios”, afirmou Joicilene Portela.

Ainda, no mesmo dia, Álvaro Campelo, juntamente com a secretária de Estado de Justiça e Direitos Humanos e Cidadania, Caroline Braz, deram início às tratativas do Fórum Estadual de Conselheiros Tutelares do Estado do Amazonas (FECTAM). O evento tem como missão proporcionar formação continuada a conselheiros tutelares e demais atores do Sistema de Garantia de Direitos de Crianças e Adolescentes. O evento acontecerá de 4 a 8 de maio, em local a ser definido.

Para o parlamentar, o trabalho realizado por sua “Comissão”, tem mobilizado grandes parceiros na defesa dos direitos das crianças e adolescentes do Amazonas. “Temos promovido ações importantes no Estado e o reconhecimento desse trabalho se dá, quando somos convidados para participar de eventos tão expressivos como estes que serão realizados pela Secretaria de Justiça e Cidadania e pelo Tribunal Regional do Trabalho. Estes seminários reforçam nosso combate aos crimes cometidos contra crianças e adolescentes diariamente.”, concluiu Campelo.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •