Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nos dias 19, 20 e 21 de dezembro, a cidade de Manaus volta a receber a Oficina de Interpretação Teatral – trabalhando o método do Etiud de Stanislavski, ministrado pelo ator e professor de Artes Cênicas, Diogo Ramon. Os encontros ocorrerão sempre das 14h às 17h no Centro Cultural Usina Chaminé, localizado na Avenida Lourenço da Silva Braga, Centro.

A Oficina de Interpretação Teatral – trabalhando o método do Etiud de Stanislavski, é uma atividade formativa e experimental para artistas e para todos que queiram vivenciar práticas cênicas. Os encontros visam trabalhar a interpretação e improvisação teatral por meio das práticas realizadas e estruturadas pelo encenador russo Constantin Stanislavski, preparadas para a formação de atores e atrizes, atividades mais conhecidas como o sistema Stanislavski. O método do Etiud, ou Estudo, em específico trabalhado nos encontros, faz parte dos últimos anos de trabalho do encenador no Teatro de Arte de Moscou, na Rússia.

Na oficina os exercícios e jogos realizados tem como foco o estudo do processo criativo do ator e a atuação, através da criação e composição de cenas e personagens.

A oficina é fruto de pesquisas teóricas e práticas realizadas no decorrer de um ano e meio com a utilização dos métodos em escolas públicas e em espaços não-formais, com artistas da cena e em processos de montagens cênicas. Os encontros são estruturados a partir das vivências experimentadas pelo oficineiro durante as investigações realizadas entre 2017 e 2018 e tem o objetivo de serem compartilhadas no formato de oficina, garantindo o compartilhamento dos conhecimentos acumulados e construídos no decorrer da pesquisa.

Para tanto, como forma de agir na democratização dos saberes, os encontros são realizados para artistas da cena (atores, performers, bailarinos etc.), demais artistas e todos que queiram experimentar práticas cênicas.

A oficina é ministrada pelo ator e professor de Artes Cênicas Diogo Ramon, que é atualmente mestrando em Artes da Cena pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Na capital amazonense o artista já formou elenco de espetáculos teatrais como O Rapto das Cebolinhas (2018), A bicicleta do condenado (2017) e Uma Carta de amor à Manaus (2016). Também coordenou projetos socioculturais de ensino e prática de Artes Cênicas, bem como dirigiu os espetáculos A Clássica Estória dos Saltimbancos (2018), O Corcunda de Notre-Dame (2017) e o Auto da Compadecida (2016).

Suas práticas artísticas e pedagógicas referem-se à atuação, interpretação e improvisação teatral, o sistema Stanislavski e a pedagogia do ator e da atriz. Nesse momento na academia, o ator investiga a cultura e a identidade caipira e sertaneja como inspiração poética e estética para a cena através de vivências e laboratórios em comunidades e por meio de andanças por cidades e interiores.

A produção local da oficina é feita por Kelly Vanessa e Dayane Araújo, ambas responsáveis por colaborações na realização dos encontros, bem como nas dimensões pedagógicas referentes às oficinas.

Informações rápidas:
Oficinas de Interpretação Teatral – trabalhando o método do Etiud de Stanislavski
Dias: 19, 20 e 21 de dezembro de 2019
Horário: 14h às 17h
Local: Centro Cultural Usina Chaminé, localizado na Avenida Lourenço da Silva Braga, Centro.
Inscrições e informações: (92) 99156-0993 ou (92) 99613-9544
Investimento: R$20,00.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •